Mineralograma – Sangue

18 dez 2018 Exames, M

Comentários

Avaliar deficiência ou excesso de elementos essenciais com fins nutricionais, a eficácia e controle dos tratamentos de quelação, níveis endógenos de minerais, oligoelementos, metais tóxicos, no controle e monitorização de contaminação ambiental.

São dosados 30 elementos:
Minerais essenciais: Fósforo (P), Cálcio (Ca), Magnésio (Mg), Sódio (Na), Potássio (K), Ferro (Fe), Manganês (Mn), Zinco (Zn), Cobre (Cu), Enxofre (S), Selenio (Se), Estrôncio (Sr), Boro (B), Germânio (Ge).

Elementos tóxicos: Chumbo (Pb), Berilio (Be), Mercúrio (Hg), Cádmio (Cd), Arsênio (As), Bário (Ba), Zircônio (Zr), Titânio (Ti), Telúrio (Te), Alumínio (Al).

Suplementares: Antimônio (Sb), Escândio (Sc), Ouro (Au), Prata (Ag), Bismuto (Bi) e Estanho (Sn).

Condições

  • Sangue total (heparina sódica – Tubo Vacuette tampa azul – Trace).

Volume recomendável

  • 6,0 mL.

Tempo de jejum

  • Jejum obrigatório de 12 horas.

Instruções

  • O Silício não é avaliado, pois ocorre contaminação com a agulha no momento da punção.

Coleta apoio

  • O tubo utilizado para coleta desta amostra biológica deverá ser exclusivamente da Vacuette. Solicitar o tubo próprio para a coleta.
  • Utilizar sistema de coleta a vácuo, colhendo diretamente no tubo. Em situações críticas, usar seringa comum de coleta (nunca de vidro) e transferir imediata e diretamente até se esgotar o vácuo, de forma lenta para não ocorrer a hemólise.
  • Após a coleta, inverter o tubo por 10 vezes para ação adequada do anticoagulante.
  • Nunca abrir o tubo por risco de contaminação.

Conservação apoio

  • Até 3 dias refrigerado entre 2 e 8 ºC.

Critérios de rejeição

  • Outros anticoagulantes.

 

 

 

Search

+